13 de dezembro de 2013 às 07:42h

Obras de engorda em Paulista custarão R$ 14 milhões ao Ministério da Integração. Primeiro trecho deve ser entregue até o Natal

DSC_0252(1)
 
Castigada ao longo dos anos pelo avanço das águas do mar, a praia do Janga, em Paulista, passa por um processo de recuperação em 1,2 quilômetros da orla que deve chegar ao fim antes do Natal deste ano.
 
A extensão faz parte dos quatro quilômetros de praias que sofreram com a erosão marinha e perderam trechos da faixa de areia.
 
Segundo a prefeitura do município, os trabalhos de combate à erosão receberam, ao todo, recursos de R$ 14 milhões do Ministério da Integração Nacional.
 
No Janga, utilizou-se a técnica chamada bagwall, que consiste na construção de estruturas semelhantes a uma pequena escadaria de cimento. Os dez degraus (cinco expostos e cinco sob a areia) têm função de dissipar as ondas do mar.
 
Paulista é o segundo município pernambucano beneficiado com recursos do Ministério da Integração Nacional para combate à erosão marinha.
 
Em Jaboatão dos Guararapes, as obras recuperaram dois quilômetros nas praias de Barra de Jangada, Candeias e Piedade. O investimento foi de R$ 41 milhões.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.