25 de setembro de 2014 às 16:50h

Vereadores são afastados em Caruaru

Com informações do Blog do Wagner Gil
 
O presidente da Câmara de Vereadores de Caruaru, Leonardo Chaves (PSD), confirmou o afastamento dos vereadores Neto (PMN), Val de Cachoeira Seca (DEM), Evandro Silva (PMDB), Pastor Jadiel (Pros) e Val das Rendeiras (Pros), por conta de decisão judicial, devido a Operação Ponto Final 2.
 
De acordo com o processo, os edis são acusados de corrupção passiva e ativa, na tentativa de criar a CPI da CGU (Controladoria Geral da União). A decisão de afastamento é do juiz Pierre Souto Maior, mas os edis conseguiriam liminar e estavam atuando no legislativo municipal. Há cerca de três semanas, o pleno do Tribunal de Justiça julgou o mérito da liminar e determinou o afastamento imediato deles da função.
 
Segundo o procurador da Câmara, José Américo Monteiro, a demora no cumprimento da decisão foi devido à chegada das informações complementares no Departamento Jurídico. A decisão com mais de uma dezena de páginas havia chegado incompleta à Casa Jornalista José Carlos Florêncio e por isso ainda não havia sido cumprida. O afastamento se deu na manhã desta quinta quando foram enviados ofícios aos edis.
 
Por enquanto os suplentes não tomarão posse.
 
Segundo Chaves, as despesas estão no limite e nos próximos sete dias ele terá uma posição mais clara em relação as finanças. A Câmara continuará pagando o salário dos vereadores afastados e não demitirá seus assessores por enquanto.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.