27 de Março de 2018 às 09:03h

Operação Torrentes: MPF oferece quarta denúncia





O Ministério Público Federal (MPF) em Pernambuco ofereceu a quarta denúncia referente à Operação Torrentes. Cinco pessoas foram denunciadas pela prática, em caráter continuado, do crime de peculato. A denúncia é resultado de investigações realizadas em conjunto pelo Ministério Público Federal, Polícia Federal, Controladoria-Geral da União e Receita Federal.

 
Segundo o MPF, no período compreendido entre 1º de junho e 9 de outubro de 2017, os acusados – Fábio de Alcântara Rosendo, Flávio Henrique de Andrade Figueiredo, Antonio Manoel de Andrade Júnior, Roseane Santos Andrade e Tarcísio Romão de Oliveira, dividiram tarefas para desviar R$ 2.639.214,60, que estava sob a posse de Fábio de Alcântara, em proveito da empresa T & R Comércio de Artigos de Confeccção Ltda., administrada por Antonio Manoel de Andrade, Roseane Santos e Tarcísio Romão. 

 

De acordo com a denúncia, houve realização de pagamentos em favor dessa pessoa jurídica pela entrega de 32.500 colchões com densidade mínima 23. Os administradores da empresa, no entanto, entregaram colchões e colchonetes em densidade e quantidades bem abaixo do contratado. Alguns colchões, conforme o MPF, estavam imprestáveis, já que não atendiam aos requisitos mínimos de fabricação.
 
Flávio Henrique de Andrade foi denunciado por ter, na condição de fiscal do contrato, atestado o recebimento dos 32.500 colchões com densidade 23, mesmo sabendo que o material entregue pela empresa não correspondia quantitativa e qualitativamente ao que havia sido ajustado no contrato.

 

O valor desviado, devidamente corrigido, equivale a um dano de R$ 2.749.692,36 aos cofres públicos.   
 
Caso condenados, os denunciados estarão sujeitos a penas privativas de liberdade que, somadas, podem atingir de dois a 18 anos de prisão, além de pagamento de multa, do dever de ressarcir os danos e à perda dos cargos públicos ou cassação das aposentadorias, no caso dos oficiais.

 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.