13 de fevereiro de 2014 às 10:42h

Orçamento Participativo tem evento para apresentar resultados

OP 033
 
O Fórum do Orçamento Participativo reuniu delegados para apresentar as obras eleitas pelo povo e escolhidas para integrar a Lei Orçamentária Anual (LOA) do município. O evento teve a presença do prefeito José Queiroz, secretários, vereadores e representantes da sociedade.
 
Entre as votadas pelo povo, foram escolhidas 45 obras para estarem presentes na LOA, sendo 25 da zona urbana e 20 da zona rural. Aproximadamente 10 mil pessoas participaram das plenárias do OP, elegendo 141 delegados. Destes, 18 representantes e 18 suplentes para formar uma comissão de acompanhamento das obras.
 
Saúde e educação foram as áreas que aprovaram mais solicitações, com a construção de creches, escolas, unidades de saúde e melhorias no atendimento para a população. Também foram votados projetos para pavimentação, saneamento básico, pontes, complexo esportivo, roteiro turístico, além da preocupação com a economia e atividades sócio-educativas.
 
A secretária de Participação Social, Louise Caroline, lembrou as dificuldades que encontrou na implantação do projeto. “É uma construção difícil porque as pessoas não estão acostumadas a isso, e nós fizemos questão de visitar um por um, casa a casa. E quando nós chegávamos as casas, quando a gente batia e dizia que era da Prefeitura, elas achavam que era uma cobrança ou pedindo voto para alguma coisa, quando elas sabiam que estavam lá para chamar ela para ajudar a fiscalizar e a cobras as obras que a sociedade decidiu a recepção era maravilhosa”, finalizou.
 
Já o prefeito José Queiroz enfatizou os momentos difíceis e a falta de recursos para realizar os benefícios como a população deseja. “. Vocês elegeram obras, mas se os recursos na são suficientes é necessário que a população e a Secretaria de Participação Social estejam reunidos para debater o motivo. Temos concentrado muito dinheiro na saúde e educação e as vezes não sobra para outras coisas”, enfatizou o prefeito.
 
O delegado do OP, José João dos Santos, representante da zona rural, afirmou que irá cobrar a execução das melhorias, votadas pelo povo, do poder público. “Fui eleito com dois votos, mas o que foi eleito vai ter que ser cumprido, senhor prefeito. No 4º distrito nós temos 98% de cisternas construídas, falta apenas 2% de obras, mas o que agora nós precisamos de água”, ressaltou o delegado.
 
O vereador Marcelo Gomes (PSB) lembra a sua participação nas plenárias e a importância do OP para o município. “Participei de diversas plenárias do Orçamento Participativo, foi muito gratificante e enriquecedor para o meu mandato. Ouvir a população é muito importante, o povo quer mais do que votar, quer participar das decisões do município e isso acontece com as plenárias do Orçamento Participativo. O povo tem voz e escolhe o que deve ser feito na sua comunidade, quais são as prioridades. A partir daí a Prefeitura planeja, busca os recursos e tenta executar as necessidades que foram decididas pela população”, ressaltou Marcelo.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.