20 de maio de 2014 às 08:03h

Atenção! Policiais Militares de Pernambuco não vão aderir a paralisação nacional prevista para amanhã

michele1
 
A deputada Terezinha Nunes (PSDB) participou de reunião com o comissão dos policiais militares que estiveram à frente da greve da categoria para ajustar pontos que foram acordados com governo do Estado para por fim ao movimento paredista.
 
No encontro, que aconteceu hoje (19) na Assembleia Legislativa de Pernambuco, os policiais garantiram que não vão aderir à paralisação nacional das PMs que está marcada para a próxima quarta-feira.
 
Segundo Terezinha a decisão trouxe alívio para a população pernambucana que sofreu com as consequências da recente greve dos policiais militares.
 
“ A sociedade não merece passar por outra onda de saques, violência e insegurança “, defendeu.
 
Os deputados Daniel Coelho (PSDB), Sérgio leite (PT), Alberto Feitosa (PSB), Odacir Amorim (PT) e Augusto César (PTB) também participaram da reunião.
 
As polícias Federal, Rodoviária Federal e policiais civis de 14 Estados, entre eles São Paulo e Rio, prometem parar na quarta-feira (21).
 
O ato nacional reivindica uma reformulação na política de segurança pública para o Brasil. Outras policiais civis devem aderir ao movimento. Até esta terça, 20, policiais de mais cinco Estados e do Distrito Federal se reúnem em assembleia para definir a participação no movimento.
 
O movimento de paralisação, por 24 horas, é organizado pela Cobrapol e pela Fenapef (Federação Nacional de Policiais Federais) e pela Fenaprf (Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais).
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.