30 de novembro de 2015 às 16:16h

Paulo anuncia obras para a sustentabilidade hídrica do Agreste

(Foto: Roberto Pereira/SEI)

(Foto: Roberto Pereira/SEI)


 
Nesta segunda-feira (30), o governador Paulo Câmara autorizou, em Surubim (PE), a interligação dos sistemas de Palmerinha e Jucazinho, para oferecer segurança hídrica para oito municípios do Agreste Setentrional. A obra custará R$ 40 milhões e será realizada pela Compesa em etapas.
 
Estima-se que 1serão beneficiadas 125 mil pessoas nos municípios de Surubim, Salgadinho, Casinhas, Santa Maria do Cambucá, Vertentes, Vertente do Lério, Frei Miguelinho e Toritama. A expectativa é que a obra ajude a minimizar os efeitos da estiagem na região, que sofre com a pior seca dos últimos 80 anos.
 
O documento assinado hoje pelo governador autoriza a elaboração do projeto e a aquisição da tubulação, que será entregue dentro de 45 dias. Depois da integração de Palmerinha e Jucazinho deve ser construída uma Adutora de 36 quilômetros, trazendo água de Vicência, na Mata Norte, para o Agreste.
 
“Esse é um projeto importante que vai trazer água da Adutora do Siriji, na Mata Norte, para seis municípios do Agreste. Nós tivemos que elaborar um projeto estruturador que não nos deixasse dependente da Adutora do Agreste, uma obra que não está andando como deveria. Diante disso, nós não vamos descansar para proporcionar uma melhor infraestrutura hídrica para a região”, informou Câmara.
 
Ainda em visita à região, o governador entregou a restauração da PE-095, em Limoeiro. O trecho tem 800 km e liga o município até Caruaru. As obras começaram em fevereiro deste ano e custaram R$ 62 milhões.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.