15 de Maio de 2015 às 10:51h

Paulo critica Dilma durante visita à Estaleiro de Pernambuco

(Foto: Roberto Pereira/Sei)

(Foto: Roberto Pereira/Sei)


 
Com a presença da presidente Dilma Rousseff, o governador de Pernambuco, Paulo Câmara realizou a cerimônia de batismo do navio Marcílio Dias e a primeira viagem do André Rebouças, ambos petroleiros produzidos em Pernambuco, no Estaleiro Atlântico Sul (EAS). O evento aconteceu nessa quinta-feira (14), em Ipojuca (PE).
 
Paulo aproveitou a oportunidade para criticar Dilma e os rumos da economia no país. “Quero dizer a cada um de vocês, neste momento de desafios que nosso País passa, que Pernambuco é parceiro para ajudar, com seu trabalho e sua gente guerreira, a superar os desafios, para que a gente possa cada vez mais se desenvolver, diminuir as desigualdades e, acima de tudo, melhorar a qualidade de vida do nosso povo”, frisou.
 
Ao lembrar os desafios enfrentados para retomar a indústria naval brasileira, a presidente Dilma Rousseff, destacou a importância da adoção de uma política de conteúdo local. “Nas mesmas condições, prazo e qualidade, com tecnologia de excelência que hoje podemos comprovar, nós estamos produzindo no Brasil aquilo que ele tem condições de produzir. Por isso, a política de conteúdo local não é algo que pode ser afastado “, afirmou.
 
O André Rebouças seguiu rumo à Bacia de Campos, no estado do Rio de Janeiro, onde receberá seu primeiro carregamento de petróleo. Antes, a embarcação faz parada em Salvador, na Bahia, para abastecer. O navio é o quinto de uma série de 10 suezmax idênticos encomendados pela Transpetro ao Atlântico Sul. Já o Marcílio Dias, batizado hoje e que passa à fase de acabamentos, será o próximo a entrar em operação. Além destes, estão sendo construídos simultaneamente pelo EAS os suezmax 7, 8, 9 e 10.
 
Além da presidente Dilma Rousseff e do governador Paulo Câmara, estiveram presentes na solenidade o presidente da Petrobras, Aldemir Bendine; o presidente da Transpetro, Claudio Campos; o comandante da Marinha, Leal Ferreira; o vice-prefeito de Ipojuca, Pedro Mendes; e o prefeito do Recife, Geraldo Julio.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.