20 de outubro de 2015 às 11:45h

Pernambuco tem as prisões mais superlotadas do Brasil

 
Do Jornal do Commercio
 
As piores condições foram encontradas no Complexo Prisional do Curado, no bairro do Sancho, na Zona Oeste do Recife Para a produção do documento “O Estado Deixou o Mal Tomar Conta”, a HRW visitou quatro prisões em Pernambuco este ano e entrevistou 40 presos e egressos do sistema prisional, assim como seus familiares e autoridades envolvidas na área.
 
As prisões brasileiras abrigam mais de 607 mil pessoas, mas só tem vagas para cerca de 377 mil. Em Pernambuco, acusa a instituição, a falta de espaço é pior. São mantidos quase 32 mil presos em cadeias com capacidade para 10,5 mil, de acordo com dados oficiais. Cinquenta e nove por cento dos presos ainda aguardam julgamento, mas são mantidos junto a presos condenados, em violação às normas brasileiras e internacionais.
 
Com a precária estrutura, a saúde dos apenados pernambucanos também tende a ser pior que em outros lugares do país. A incidência de tuberculose nas prisões pernambucanas é quase 100 vezes maior que a verificada na população brasileira em geral.
 
Confira no link o documento “O Estado Deixou o Mal Tomar Conta” na íntegra:
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.