17 de julho de 2017 às 10:44h

Pernambuco teve o primeiro semestre mais violento em dez anos, alerta oposição

A bancada de Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (ALEPE), está alertando que o Estado teve o primeiro semestre mais violento dos últimos dez anos. O argumento tem como base dados divulgados pela Secretaria de Defesa Social, que mostram que entre janeiro e junho de 2017 foram registrados 2.875 homicídios. O que representa um crescimento de 39,6% em relação ao mesmo período do ano passado.
 
É o pior resultado desde 2007, quando o acompanhamento começou a ser divulgado, no início do Pacto pela Vida. Naquele ano, nos primeiros seis meses, foram cometidos 2.424 assassinatos, 451 a menos que no primeiro semestre deste ano. Na comparação com 2016, o mês de junho deste ano apresentou um aumento de 14,5% no número de homicídios, com o registro de 380 casos, ante os 332 do mesmo mês do ano passado.
 
Além dos assassinatos, foram registrados neste primeiro semestre 62.761 crimes violentos contra o patrimônio (incluindo roubo de veículos), 15.833 casos de violência contra a mulher e 997 casos de estupros.
 
“O governador Paulo Câmara já trocou o secretário de Defesa Social duas vezes, trocou também o comando da Polícia Militar, a chefia da Polícia Civil, titulares de delegacias e comandantes de batalhões, mas infelizmente os números continuam elevados e impondo à população o maior de todos os impostos, que é o imposto do medo”, avaliou o deputado Silvio Costa Filho (PRB), líder da Oposição.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.