18 de setembro de 2015 às 08:31h

Planejamento das feiras de fim de ano é discutido

Nessa quinta-feira (17) foi realizado encontro no 4º Batalhão da Polícia Militar onde foram discutidas ações para um bom funcionamento da feira e cuidados especiais para as feiras de final de ano, onde a movimentação financeira pode chegar a R$ 50 milhões. Algumas das definições foram: proibição do estacionamento em um dos sentidos da rua Rui Limeira Rosal e na via que dá acesso ao mercado de carne até o estacionamento da viúva; os ambulantes serão impedidos de montar pontos fixos nesses mesmos locais e serão orientados a comercializarem na Feira da Fundac; o comércio em canteiros centrais também será proibido.
 
“Precisamos falar e trabalhar para o feirante. Já tivemos bons resultados no ano passado e o intuito é avançar ainda mais. Essas ações, somadas a outras, visam o bom funcionamento da feira, a satisfação e sensação de segurança dos compradores e comerciantes, possibilitando assim que nossa economia seja ainda mais fortalecida”, pontuou o diretor de Feiras e Mercados, Felipe Augusto Ramos.
 
A partir da próxima semana, o trabalho de identificação dos carroceiros será retomado. “Já fizemos esse trabalho no início do ano. Cadastramos e identificamos os carroceiros que trabalham no Parque 18 de Maio, mas vamos fazer a atualização desses cadastros. Queremos diminuir ainda mais a incidência de crimes cometidos por esses trabalhadores”, explica Ramos
 
As definições começam a valer para a próxima feira que será realizada na segunda (20), a partir das 6h.
 


Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.