11 de novembro de 2013 às 16:38h

Pleno do TJPE elege mesa diretora para biênio 2014/2015

Nesta segunda-feira (11), o Pleno do Tribunal de Justiça de Pernambuco elegeu a nova mesa diretora para o biênio 2014/2015. Todos os desembargadores foram eleitos para os respectivos cargos por unanimidade. A posse da nova mesa diretora acontece em fevereiro de 2014.
O desembargador Frederico Ricardo de Almeida Neves foi eleito para a Presidência do Judiciário estadual, os desembargadores Leopoldo de Arruda Raposo e Fernando Eduardo de Miranda Ferreira ocuparão a 1ª Vice-Presidência e a 2ª Vice-Presidência, respectivamente, e Eduardo Augusto Paurá Peres será o corregedor geral da Justiça.
 
Estiveram presentes à sessão 40 magistrados e dois ausentes. O desembargador Frederico Neves agradeceu aos pares, relembrou sua trajetória no Judiciário e falou da missão que é assumir a Presidência do Tribunal de Justiça de Pernambuco.
 
“Aprendi a amar a instituição a qual pertenço e quem nutre esse sentimento de amor sabe que é importante atuar com ética e honestidade. Não me envaideço por poder atuar no cargo de presidente do TJPE. Conquanto esse seja o ponto culminante da minha carreira, devo, todavia admitir uma grande preocupação com os problemas que terei pela frente. Encaro a Presidência como uma missão divina, que irei desempenhar com tranquilidade, sem alardes, respeitando a colegialidade e com consciência forrada pela humildade e pelo compromisso com o interesse público”, destacou o magistrado.
 
Frederico Ricardo de Almeida Neves – Graduou-se bacharel em Ciências Jurídicas pela Universidade Católica de Pernambuco. O seu ingresso na magistratura estadual deu-se em junho de 1985, quando assumiu o cargo de juiz substituto da Comarca de Santa Maria da Boa Vista (Sertão do São Francisco). Em maio de 2002, foi promovido, por merecimento, para o cargo de desembargador do Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco. Ocupou os cargos de diretor do Centro de Estudos Judiciários do Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco em duas gestões e de diretor presidente da Escola Superior da Magistratura no biênio 2008/2009. Foi ouvidor do Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco (biênio 2010/2011). Atualmente, responde pelo cargo de corregedor geral da Justiça.
 
Com informações do TJPE

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.