6 de maio de 2014 às 10:21h

Polícia faz uma das maiores apreensões de maconha em quase 20 anos no Sertão de Pernambuco

20140506-102021.jpg
 
Mais de 370 mil pés de maconha foram destruídos na “Operação Angico I”, no Sertão de Pernambuco, pela Polícia Federal. Cerca de 126 toneladas de maconha deixaram de ser produzidas com a destruição do plantio. A apreensão bateu o recorde de maconha pronta para o consumo, totalizando quase três toneladas. Desde 1996, não havia sido registrado uma apreensão tão grande nas cidades de Orocó, Cabrobó e Santa Maria da Boa Vista. A operação começou no dia 23 de março e foi concluída na última quarta-feira (30).
 
De acordo com uma análise feita por peritos criminais federais do Instituto Nacional de Criminalística, três pés de maconha equivalem a, aproximadamente, um quilo da droga. A Polícia Federal realiza três operações de erradicação de maconha por ano.
 
Ao todo, 50 policiais, sendo 40 federais e 10 militares do GTA e Corpo de Bombeiros, trabalharam na ação. Duas aeronaves também foram usadas. Municípios como Orocó, Cabrobó, Santa Maria da Boa Vista e Belém do São Francisco, em Pernambuco, além de Curaçá, na Bahia, foram alcançados pela ação.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.