16 de setembro de 2015 às 17:26h

Prefeito de Gravatá está sem partido para a reeleição

O prefeito de Gravatá (PE), Bruno Martiniano, está sem partido e em busca de uma nova legenda para disputar a reeleição em 2016. Até hoje o gestor já bateu na porta de quatro siglas e nenhuma delas aceitou a filiação.
 
O último partido a rejeitar Martiniano foi o PDT, cujo presidente, o deputado Federal Wolney Queiroz achou melhor deixar o controle do partido, naquele município com um empresário local.
 
O prefeito já encontrou com o presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, Guilherme Uchôa (PDT), que não rendeu nada, e com os presidentes do PTB, PSB e PMDB, que também negaram a legenda.
 
Um dos principais motivos para a recusa é que Martiniano está sendo investigado pelo Ministério Público do Estado (MPPE) contra Martiniano. O gestor tem até o final do mês para conseguir um partido ou não poderá disputar a reeleição.
 
Com informações do Blog do Vanguarda
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.