11 de novembro de 2014 às 15:23h

Prefeitura de Caruaru descarta caso suspeito de Ebola

Do NE10 Interior
 
A Prefeitura de Caruaru informou em nota que o caso suspeito de ebola registrado na manhã desta terça-feira (11) na Policlínica do Vassoural já foi descartado. A hipótese mais provável é que o paciente está com malária. Divulgado logo cedo pela Secretaria de Saúde do município, o caso levou ao isolamento da Policlínica do Vassoural, após a unidade informar sobre a suspeita de ebola.
 
Um exame do paciente brasileiro, procedente da Guiné Equatorial, que não é considerada área de infestação do vírus ebola, está sendo feito. O diagnóstico será definido ainda nesta terça. O procedimento está sendo orientado por infectologista especializado da Secretaria Estadual de Saúde. A secretaria ressalta ainda que não há qualquer motivo para pânico e que todas as providências técnicas e preventivas estão sendo tomadas.
 
O paciente buscou atendimento médico depois de apresentar febre. Ele ficou em isolamento, junto aos profissionais de saúde e demais pessoas que estavam na unidade. A policlínica continua isolada, enquanto os exames são realizados.
 
Confira o documento emitido pela Prefeitura de Caruaru na íntegra:
 
A Secretaria de Saúde de Caruaru já entrou em contato com o Governo do Estado e está sendo encaminhado um exame do paciente brasileiro, procedente da Guiné Equatorial, que não é considerada área de infestação do vírus ebola. A hipótese mais provável é que o paciente está acometido de malária.
 
Será feito um teste, ainda hoje, para definir o diagnóstico. O procedimento está sendo orientado por infectologista especializado da Secretaria Estadual de Saúde. Não há qualquer motivo para pânico. Todas as providências técnicas e preventivas estão sendo tomadas.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.