1 de setembro de 2015 às 09:14h

Prefeitura de Caruaru está sendo investigada pelo Ministério Público Federal

Zé-Queiroz-Caruaru-624x413
 
O Ministério Público Federal (MPF) abriu inquérito para investigar a atual gestão da Prefeitura de Caruaru. Segundo o MPF o objetivo do procedimento é averiguar a aplicação indevida de recursos públicos federais provenientes do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).
 
Foi determinado no despacho realizado pela procuradora Natália Soares, em 14 de agosto, que o prefeito José Queiroz (PDT) explicasse no prazo de quinze dias as movimentações feitas na conta-corrente do Fundeb. As supostas irregularidades foram apontadas em relatório feito por analista do Ministério Público da União (Relatório Técnico- MPF/PRPE/ASSPA/LBS 02/2015).
 
Nota da prefeitura
 
“A Prefeitura de Caruaru esclarece que alguns profissionais estão atuando na parte administrativa da Secretaria de Educação, em relação às exigências do Fundeb. Sobre a merenda, a Prefeitura informa que já prestou os devidos esclarecimentos à Controladoria Geral da União. A Prefeitura cumpre rigorosamente a entrega dos alimentos nas 142 escolas do município. Entre os itens constam, inclusive, alimentos indicados para alunos com restrição alimentar, além de produtos da agricultura familiar.”

 
Mais denúncia
 
Em 2 de julho o blog de Jamildo revelou a existência de outro inquérito, aberto pela mesma procuradora, que aponta supostas irregularidades na merenda escolar do município de Caruaru.
 
Caso as irregularidades destas investigações sejam consideradas procedentes, o prefeito pode responder a ações na Justiça Federal.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.