15 de Maio de 2015 às 10:37h

Prefeitura do Agreste pernambucano protesta contra o governo Federal

Em Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste do Estado, haverá uma paralisação dos serviços sociais chamada “Ato político em defesa do SUAS (Serviço Único de Assistência Social)”, nesta sexta-feira (15).
 
A paralisação é nacional e tem o objetivo de chamar a atenção para os atrasos no repasse de recursos pelo Governo Federal para a Assistência Social, que já se tornaram constantes.
 
Em Santa Cruz, de acordo com informações da Prefeitura, existe programas sociais que estão com atraso de repasse de recursos de até sete meses, são eles: CRAS (Centro de Referência da Assistência Social), CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), SCFV (Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos), CCI (Centro de Convivência dos Idosos), Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego), Vida Nova e Bolsa Família
 
A ação foi articulada durante o XVII Encontro Nacional dos Gestores Municipais de Assistência Social, no dia 28 de abril, em Fortaleza (CE) e municípios de todo país deverão aderir.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.