25 de setembro de 2013 às 11:13h

Presidente diz que usa Regimento Interno e Lei Orgânica na Câmara de Vereadores

Presidente da Casa, Leonardo Chaves

Presidente da Casa, Leonardo Chaves

Nesta quarta-feira (25), o Além da Notícia (Rádio Jornal), teve a participação dos vereadores Evandro Silva e Leonardo Chaves, sobre o pedido de abertura de CPI para investigar a Prefeitura de Caruaru realizado na noite desta terça-feira, durante reunião ordinária da Câmara de Vereadores.

 
O vereador Evandro enfatizou que a CPI “é uma comissão especial” e que o procedimento de votação foi errado, de acordo com a Lei Orgânica do Município. “Não é um requerimento para pedir um voto de aplauso, requerimento porque fulano morreu. Está na nossa constituição”, enfatizou.

 
Já o presidente da Câmara, Leonardo Chaves, disse que o Regimento Interno da Casa de Leis estabelece que o único requerimento que não vai para a votação é o pedido de informação.

 
“Tem que ser requerimento com 8 assinaturas. O artigo 30 da Lei Orgânica, diz que a Câmara terá comissões permanentes e temporárias previstas na forma da lei, uma das formas é através da votação”, explicou.

 
Chaves disse ainda que para administrar a Câmara de Vereadores usa a Lei Orgânica do Município e o Regimento Interno da Casa.

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.