23 de junho de 2014 às 15:09h

Presidente nacional do PDT assumiu o lugar de José Queiroz em Pernambuco

O ex-ministro do Trabalho Carlos Lupi, presidente nacional do PDT, assumiu a Presidência da legenda também em Pernambuco, no lugar do prefeito de Caruaru José Queiroz. Apesar de, juridicamente, não funcionar dessa forma, a atitude é quase uma intervenção para obrigar o partido a apoiar Armando Monteiro ao governo do Estado.
 
A estratégia de colocar Lupi no comando local da sigla também foi utilizada em outros estados do País.A entrada de Lupi no comando do PDT estadual, porém, não significou a saída de nenhum dos membros que compunham a comissão provisória anterior. José Queiroz continua na comissão e apenas se afasta da presidência.
 
Pelo contrário, cinco nomes foram adicionados: os deputados estaduais Pedro Neto e Botafogo; os prefeitos de Agrestina, Thiago Nunes, e de Água Preta, Armando Souto; além da vereadora do Recife Isabella de Roldão.
 
Isabella é cotada para ser vice de Armando, caso a aliança se confirme, assim como o deputado federal Paulo Rubem. Além da Presidência, os demais cargos não ficaram definidos no documento que foi enviado pelo PDT para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A nova comissão tem validade até o dia 29 de novembro.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.