25 de fevereiro de 2014 às 08:34h

Professores de Caruaru em greve; TCE deve ser consultado sobre aumento para a categoria

_b7fcdd6c6d7328ac686f6762e5d3972a
 
Os professores da rede municipal de ensino em Caruaru estão em greve desde o início da semana. Ontem, no prímeiro dia de paralisação, a negociação que estava travada há meses evoluiu um pouco. O secretário de administração Antônio Ademildo encontrou-se com o presidente do Sindicato dos Servidores Municipais (Sismuc) Eduardo Mendonça.
 
Da conversa, saiu a decisão de que as partes irão procurar o Tribunal de Contas do Estado e pedir que o orgão se pronuncie sobre a possibilidade de um reajuste para a categoria. A Prefeitura alega que não pode aumentar os valores para não ferir a lei de responsabilidade fiscal.
 
_61c832479b0d43178596d3aaaa1bc627
 
Em nota, mais cedo, a Prefeitura havia afirmado que para os professores iniciantes, com 200 horas/aula, já é pago o valor do piso nacional mais a gratificação de regência, que é de 25%, totalizando R$ 2.114,86.
 
Ainda segundo a gestão municipal, um aumento no valor que já é pago faria o município ultrapassar o limite de custos permitido pela Lei de Responsabilidade Fiscal.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.