18 de março de 2014 às 08:40h

Professores vão recorrer na justiça e não voltam ao trabalho

O Sindicato dos Servidores Municipais de Caruaru (Sismuc) informou que os professores não voltam ao trabalho e que a greve vai continuar. O movimento foi considerado ilegal depois de uma decisão do desembargador Jovaldo Nunes, publicada ontem pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco. No texto, o magistrado diz que a greve é ilegal, porque não está havendo negociação e os alunos estão sendo prejudicados podendo, até mesmo, perder o ano letivo.
 
Apesar disso, os professores pretendem recorrer da decisão e continuar com as manifestações que já duram mais de 20 dias. Centenas de estudantes seguem fora das salas de aulas. Nem mesmo a multa, que pode chegar a R$ 50 mil reais, intimidou os trabalhadores.
 


Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.