9 de novembro de 2015 às 09:48h

Projeto Caruaru Saudável está sem monitores

O Projeto Caruaru Saudável, que funciona principalmente na Avenida Agamenon Magalhães, com uma longa via para ciclo-faixa está sem monitores. Estes profissionais são os responsáveis por orientar a população sobre quais são os limites para usar o projeto e os tipos de equipamentos permitidos. Sem eles fica impossível, por exemplo, andar de bicicleta na ciclo-faixa.
 
O impedimento ocorre por um motivo simples: a população não foi educada corretamente para utilizar o espaço, não sabe a diferença entre a ciclo-faixa e o restante do espaço de lazer. Com isso, colocam em risco a própria vida e a vida de crianças – muitas com menos de dois anos – ao parar na área destinada exclusivamente para bicicletas e delimitada por cones, para tirar fotos, descansar sob a sombra das árvores e até mesmo na destruição do canteiro central, apesar deste ser cercado.
 
Outro erro facilmente apontado e vivido pela equipe do blog de Igor Maciel é que o encontro da ciclo-faixa, para quem sai da Avenida Portugal para a Agamenon Magalhães, está interditado por uma faixa, o que faz com que o ciclista tenha que atravessar o canteiro central colocando em risco os pedestres. Outro problema, especificamente nesse domingo (08), foi a campanha de um dos concorrentes à presidência da OAB Caruaru, que invadiu a área de lazer sem qualquer preocupação em não incomoda que queria usufruir do espaços para exercícios, ocupando o espaço para caminhada e a faixa exclusiva para ciclismo.
 
A equipe do Blog procurou a Prefeitura, mas não obtivemos resposta sobre a falta de monitores no local.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.