23 de janeiro de 2014 às 09:07h

Projeto do BRT será votado novamente, nesta quinta-feira (23)

A anulação formal do projeto que autoriza a Prefeitura de Caruaru a obter financiamento para implantação do BRT será realizada daqui a pouco, às 10h. Segundo Leonardo Chaves, a decisão foi tomada pelos próprios vereadores, depois da visita surpresa do secretário de Projetos Especiais, Paulo Cassundé, ontem à Casa.
 
Cassundé explicou os detalhes do empréstimo e representantes do Banco do Brasil afirmaram que não há problema para as finanças do município, como algumas pessoas têm dito. “Como o banco provavelmente vai ser o agente financeiro dessa operação, a gente explicou que serão analisadas a capacidade de pagamento da prefeitura, as garantias oferecidas e a partir daí vai se estabelecer um limite de acordo com a capacidade de pagamento. A taxa de juros é indexada à Taxa de Juros a Longo Prazo (TJLP) e há um spread de 3,5% ao ano. Dependendo desse preço da TJLP, fica em torno de 8% ou 8,5% ao ano. É um dos empréstimos mais baratos que existem no mercado”, avaliou o gerente Ângelo Ramos.
 
Cassundé reforçou a importância da obra: “Teremos aproximadamente 50 mil usuários, por dia, em dias úteis, que usam o Sistema de Transporte Coletivo, todos serão beneficiados. E ainda, no PAC Pavimentação, aproximadamente 330 ruas serão pavimentadas. Isso é preparar a cidade para daqui a 10, 20, 30 anos. Espero que possamos assinar o contrato de financiamento, aí teremos as licitações dos projetos, licitação de obra, a obra, o primeiro ônibus e o povo circulando com velocidade, com conforto e tranquilidade”, completou o secretário.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.