10 de setembro de 2013 às 16:30h

Quase R$ 20 milhões para municípios atingidos pela seca

FBC

O Ministério da Integração Nacional anuncia investimento de R$ 18,720 milhões destinados à instalação de sistemas simplificados de abastecimento de água em Pernambuco, que atenderão a 5.760 famílias. Os termos de compromisso foram assinados em cerimônia que ocorreu nesta terça-feira (10), no Palácio do Planalto, na presença da presidenta da República Dilma Rousseff e dos ministros Fernando Bezerra Coelho (Integração Nacional) e Tereza Campello (Desenvolvimento Social e Combate à Fome).
 
Entre os municípios beneficiados pelo projeto estão Afrânio, Betânia, Bodocó, Bom Jardim, Brejão, Brejinho, Buíque, Caetés, Calçado, Calumbi, Capoeiras, Carnaíba, Carnaubeira da Penha, Casinhas, Dormentes, Exu, Flores, Frei Miguelinho, Granito, Iati, Iguaraci, Inajá, Itaíba, Jatobá, Jucati, Lagoa Grande, Manari, Mirandiba, Orobó, Orocó, Ouricuri, Paranatama, Parnamirim, Quixaba, Salgadinho, Santa Cruz, Santa Cruz da Baixa Verde, Santa Filomena, Santa Maria da Boa Vista, Santa Maria do Cambucá, São José do Belmonte, Serrita, Solidão, Tacaratu, Trindade, Tupanatinga, Verdejante e Vertente do Lério.
 
Os recursos serão aplicados por meio do programa ‘Água para Todos’ e repassados pelo ministério à Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Paranaíba (Codevasf) e à Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), que atenderão às prefeituras regionais. Cada sistema custa em média R$ 130 mil. A previsão é que o projeto seja concluído no prazo de seis meses.
 
Ao todo, a ação do governo federal vai investir R$ 135 milhões, que irão beneficiar 40 mil famílias de comunidades rurais de baixa renda em 336 cidades do o semiárido brasileiro.
 
Água para Todos – Além dos sistemas de abastecimento, o ‘Água para Todos’ oferece outras tecnologias de instalação simples, como cisternas, pequenas barragens e kits de irrigação. No total, o programa irá investir cerca de R$ 5 bilhões para universalizar o acesso à água para populações residentes em comunidades rurais.
 
Além de instalar o equipamento nas casas, o governo federal também promove capacitações técnicas para a população sobre o manuseio adequado da água

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.