18 de novembro de 2013 às 06:27h

Quem esse Vereador representa? – por Daniel Finizola

 
O vereador Evandro Silva (PMDB) surpreende mais uma vez! O edil defendeu – na tribuna – a necessidade de uma sessão solene para comemorar os 50 anos do golpe militar de 64 no próximo ano.
 
O vereador afirma que o golpe só ocorreu porque o Brasil estava sob a ameaça de uma ditadura comunista aos moldes de Cuba. Bem, João Goulart estava longe de ser um Fidel Castro, mas começou a mobilizar a sociedade para fazer as Reforma de Base que poderiam ter melhorado a distribuição de renda no Brasil. O vereador ainda afirma que foi partidário do Golpe de 64, revelando o seu nível de conservadorismo e falta de compromisso com a democracia.
 
Será que algum eleitor do referido vereador teve membro de sua família ou amigo perseguido ou torturado pelos militares?
 
Vereador, queremos a verdade sobre as atrocidades cometidas por aqueles senhores de farda, os quais, comprovadamente, receberam orientação do Plano Condor Norte Americano, assim como aconteceu no Chile, Uruguai e Argentina. Vereador, não queremos comemorar os crimes, assassinatos e violações dos direitos humanos que ocorrem nos porões do DOI-CODI. O senhor hoje exerce um cargo público fruto de um sistema democrático representativo. Já tentou fazer uma pesquisa pra saber quantos dos seus eleitores defenderam ou defendem ditaduras, vereador? Quem o senhor representa, vereador?
 
Espero que na próxima campanha eleitoral, o senhor não seja hipócrita, e afirme em campanha o quando o senhor foi simpático à ditadura ao ponto de propor uma sessão solene na câmara para comemorar essa pseudo-revolução.
 
Lembre-se, que é graças a pessoas que lutaram contra o que o senhor defendeu, que hoje o senhor pode falar isso e outras pessoas podem discordar sem serem torturadas.
 
Viva a democracia!!!!
 
@DanielFinizola

 


Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.