23 de setembro de 2015 às 10:19h

Reunião entre MPPE e Coniape discute problemas em unidades de saúde

 
Do NE10
 
Nessa terça-feira (22) uma reunião entre o Ministério Público de Pernambuco e o Consórcio Público Intermunicipal do Agreste Pernambucano e Fronteiras (Coniape) debateu a situação das unidades de saúde em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. A reunião contou com representantes de saúde de 32 municípios do interior do Estado e tinha o objetivo de encontrar soluções para tentar organizar o sistema de partos realizados nas unidades públicas.
 
Em Caruaru durante este ano a Fusam, do Governo do Estado, realizou mais de 4.000 partos de mulheres vindas de outras cidades, o que significa que a demanda não está sendo distribuída corretamente. Propostas foram lançadas, sendo uma delas a do Consórcio Público do Agreste. “Juntar os municípios e ver a viabilidade técnica de troca de pessoal, equipamento, de estrutura organizacional e fazer com que esse sistema seja implantado especificamente para regular a rede materno-infantil. Criamos quatro micro-regiões e a tendência é que a maternidade de Caruaru seja desafogada” declarou a secretária executiva do Coniape, Edjane Monteiro.
 
A reunião foi coordenada pelo Ministério Público através do Promotor de Justiça Paulo Augusto.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.