20 de outubro de 2015 às 12:41h

Rodoviários ficam com reajuste de 9,3% no TST

 
Do NE10
 
O Tribunal Superior do Trabalho (TST) concedeu aumento de 9,3% aos rodoviários do Grande Recife em sessão na tarde desta segunda-feira (19). A decisão será mantida até o julgamento do dissídio coletivo da categoria, que ainda não foi marcado. Porém, o valor é muito inferior ao que foi dado a motoristas, cobradores e fiscais de ônibus pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT), no Recife, que foi de 12% nos salários e 59,57% no vale-alimentação.
 
Membros das três oposições sindicais irão se reunir nesta terça-feira (20) para discutir sobre o reajuste e decidir futuros atos dos rodoviários. O encontro será ao lado do Terminal Integrado do Xambá, em Olinda, na Região Metropolitana, na sede da Associação dos Amigos Rodoviários. “Nós esperávamos um reajuste favorável do juiz no TST. Amanhã vamos decidir os próximos atos da oposição”, disse Magno Rodrigues sobre futuros protestos.
 
Em nota, o sindicato afirmou que o reajuste foi tímido, mas frisou que o julgamento ainda não foi concluído. A sessão desta segunda-feira em Brasília foi apenas para determinar se a suspensão do aumento concedido no Recife seria mantida. No entanto, a sessão para julgar o aumento referente a este ano ainda não foi marcado.
 
A entidade ainda culpou o a oposição pela perda da categoria nessa etapa do processo e afirmou, na nota, que os grupos “semeiam mentiras”. “Estamos revoltados com a decisão e a ineficiência do sindicato atual”, afirmou Magno Rodrigues. Isso mostra a disputa política que envolve a categoria e acaba afetando a população, com paralisações feitas de surpresa, por exemplo.
 
ENTENDA
 
Após dois dias de greve em julho sem acordo com o sindicato patronal, o TRT interveio e decidiu reajustar os salários dos rodoviários em 12% e o ticket em 59,57%. Porém, poucos dias depois, o Urbana-PE entrou com um pedido de liminar na esfera federal pedindo a suspensão do aumento, alegando que não teria recursos para arcar com a nova despesa. O recurso foi aceito e os rodoviários tiveram reajuste de apenas 9% nos últimos três meses.
 


Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.