8 de novembro de 2017 às 11:12h

Saída do PSDB do governo é descaramento e covardia, diz Humberto

Em constante oposição ao governo Temer, o senador Humberto Costa (PT-PE) tem criticado o PSDB que ensaia sair do governo peemedebista, de quem era o principal aliado. Para o senador, a saída encontrada pelos tucanos, após quatro derrotas seguidas nas urnas para o PT, em 2002, 2006, 2010 e 2014, foi praticar uma vingança por capricho pessoal, retirando a presidente Dilma do governo.
 
“Não venham agora querer enganar o povo brasileiro com o discurso de que parte do partido não concorda com Temer. Vocês, do PSDB, são os criadores dele e sempre apoiaram cegamente todas as pautas mais nefastas que foram enviadas a este Congresso, desde o congelamento dos investimentos em educação e saúde até a destruição dos direitos trabalhistas, que, aliás, entra em vigor no próximo sábado”, disparou o petista. 
 
Em discurso no plenário do Senado, o parlamentar lembrou ainda a ministra dos Direitos Humanos, Luislina Valois, que escandalizou o Brasil ao pedir salário de R$ 61 mil por mês, alegando que receber R$ 31 mil era similar a trabalho escravo é o do PSDB e que o ministro das Cidades, Bruno Araújo, também faz parte da sigla. Alegando ainda que este acabou com o Minha Casa, Minha Vida para as famílias de baixa renda.
 
Diante de tudo, Humberto avalia que o desembarque tucano é uma covardia sem fim, já que foi o PSDB que criou esse governo cretino. “Agora, os tucanos deviam, ao menos, terem a dignidade de se abraçar a ele e defendê-lo até o fim. Mas deixarão Temer no meio do caminho, sob o comando de um centrão formado por ruralistas escravocratas, fundamentalistas religiosos e defensores do uso indiscriminado de armas de fogo”, destacou.
 
“Querer saltar fora agora, covardemente, depois deter metido o Brasil nesse atoleiro chamado Temer, deixando o país num rumo incerto e extremamente perigoso, é uma vergonha. Essa fatura, não tenham dúvida, vocês vão pagar com juros altos nas eleições do ano que vem. O país não se esquecerá do que PSDB cometeu”, concluiu.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.