12 de setembro de 2013 às 09:52h

Secretária afirma que apenas um médico desistiu de trabalhar em Caruaru. “Os outros não tinham disponibilidade”

 
A Secretária de Saúde, Aparecida Souza, se pronunciou, por meio de nota, tentando explicar que apenas houve uma desistência de médico no programa “Mais Médicos” e que os outros dois profissionais não tinham disponibilidade de tempo para cumprir a carga horária exigida de 40 horas semanais. Confira a nota:
 
“Caruaru tem a possibilidade de receber um total de 20 médicos por meio do programa ‘Mais Médicos’. No momento, cinco profissionais escolheram a cidade para atuarem. Dois começam a atender as comunidades nesta próxima segunda (16), houve a desistência de um médico do Rio de Janeiro e os outros dois profissionais não tinham condições de cumprir as 40 horas semanais e a Secretaria de Saúde não homologou o cadastro deles. Não podemos aceitar profissionais que não queiram cumprir a carga horária exigida”, esclareceu Aparecida Souza, Secretária de Saúde.
 
Ou seja, apesar de tentar dizer o contrário, a nota afirma sim, que três médicos desistiram de atuar em Caruaru. Para confirmar, pergunta-se: caso eles decidissem aceitar as condições do Programa, poderiam trabalhar em Caruaru? É claro que sim. Ao não aceitar as condições, eles desistem.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.