30 de janeiro de 2014 às 07:00h

Secretário de educação promete anexo para amenizar problema em zona rural de Caruaru

Marcelo Gomes
 
Nessa quarta-feira (29), o vereador Marcelo Gomes (PSB) esteve no sítio Cipó, zona rural, para intermediar um encontro entre o secretário de Educação de Caruaru, Welson Costa, e a comunidade.
 
Uma das solicitações dos moradores é a instalação de uma escola para que as crianças não tenham que ir para outras comunidades, mesmo com transporte escolar. A solução imediata é a instalação de um anexo que comporte crianças de 4 e 5 anos.
 
“Precisamos urgentemente de saúde e educação. O resto pode ser feito devagar. É urgente um espaço que comporte 50 crianças. Precisamos também de uma escola, à noite, para adultos”, disse o delegado do Orçamento Participativo na comunidade, Caetano Silva.
 
O vereador Marcelo Gomes lembrou que tanto a construção de uma escola, quando de um posto de saúde para a comunidade são propostas aprovadas pelo Orçamento Participativo, porém é necessária uma medida de curto prazo enquanto serão construídos. “Nós sabemos que as necessidades são muitas, por isso definimos prioridades, porque os recursos são poucos. Sabemos que não é o ideal apenas um anexo, mas é um paliativo enquanto a escola não é construída”, ressaltou o vereador.
 
O secretário de Educação, Welson Costa, afirmou o caráter de urgência para a educação, enfatizando que serão tomadas as medidas necessárias para uma educação de qualidade. “O que queremos agilizar é uma solução de curto prazo, enquanto não resolve o problema maior. A escola é um planejamento maior, mas infelizmente a burocracia das coisas públicas pode levar muito tempo e essas crianças não podem esperar. Elas têm que ter conhecimento, que é o único bem que nunca vai embora”, reforçou o secretário.
 
Na reunião ficou decido que um local será equipado para que crianças com 4 e 5 anos de idade possam assistir aula na comunidade. Quanto à maiores terão que ir para as comunidades vizinhas. O secretário alertou ainda para que, os pais que conseguiram vagas nas escolas levem os nomes dos filhos para a Secretaria de Educação para que as devidas medidas sejam tomadas.
 
Marcelo visitou ainda o local onde será instalada uma unidade de saúde na comunidade. A casa já está em reforma e deve ser aberta ao público em breve. Os moradores ressaltaram que, mesmo sem o espaço, há visitas de médicos e agente comunitários regularmente.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.