12 de Janeiro de 2017 às 16:02h

Vara de Violência Contra a Mulher de Caruaru completa um ano

No dia 14 de janeiro, a Vara de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher (VVDFM) de Caruaru completa um ano de funcionamento. De acordo com o Tribunal de Justiça de Pernambuco, desde a instalação da unidade, 830 ocorrências de violência doméstica e 417 pedidos de concessão de medidas protetivas de urgência foram analisados.
 
Atualmente a vara é comandada pelo juiz titular, Hidelmar Macedo de Morais, que explica a necessidade de uma unidade especializada. “A instalação da vara especializada trouxe ganhos significativos para a sociedade caruaruense, em especial às mulheres vítimas de violência, que desde então passaram a contar com uma rede especializada mais completa e articulada no enfrentamento à violência contra a mulher”, disse Morais.
 
Atualmente, a VVDFM de Caruaru desenvolve o projeto “Conscientizar para mudar”. O objetivo geral da atividade é implantar e executar o Grupo Reflexivo com abordagem responsabilizante, educativa e preventiva direcionado aos autores de violência, buscando a prevenção de reiterações criminosas contra a mulher no âmbito doméstico e familiar.
 
A unidade também atua com o “Acolher, Fortalecer, Empoderar”, que tem como público alvo as mulheres com Medidas Protetivas de Urgência deferidas pela Vara. O objetivo é proporcionar orientações acerca dos tramites legais existentes após o registro da denúncia na Delegacia; esclarecer sobre os tipos de violência contra a mulher previsto na Lei Maria da Penha e o ciclo da violência doméstica; e divulgar os órgãos de proteção à mulher existentes no município.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.