19 de junho de 2015 às 19:54h

Vereadores envolvidos na Operação Ponto Final 2 são condenados

Do Blog do Wagner Gil
 
O juiz da IV Vara Criminal, José Francisco Morais Júnior, condenou os cinco vereadores envolvidos na Operação Ponto Final 2 pelos crimes de organização criminosa, corrupção ativa e corrupção passiva. Eles foram acusados pelo Ministério Público de pagar e receber propina para aprovar a CPI da CGU, que investigaria irregularidades na administração de José Queiroz (PDT). Os legisladores pegaram penas diferentes e, de acordo com a sentença, alguns tiveram mais culpabilidade, como foi o caso de Evandro Silva (PMDB), que pegou pena superior a oito anos.
 
Na época, em meados de 2013, um relatório da Controladoria-Geral da União havia apontado possíveis irregularidades na aplicação de verbas do Fundeb pela prefeitura. Segundo a Polícia Civil, Val das Rendeiras e Pastor Jadiel (ambos do Pros) receberam R$ 30 mil para aprovar a referida CPI. O dinheiro, segundo as investigações, foi pago pelo então líder da oposição, Val (DEM), Neto (PMN) e Evandro Silva (PMDB), este último também autor da propositura que criou a comissão.
 
A sentença foi divulgada no final da tarde desta sexta-feira (19). Veja abaixo a pena dos cinco parlamentares condenados – todos vão poder recorrer em liberdade:
 
Evandro Silva – condenado a oito anos, seis meses e 20 dias de reclusão e 233 dias-multa (o valor gira em torno de R$ 33 mil).
 
Val – condenado a sete anos, nove meses e dez dias de reclusão e 185 dias-multa.
 
Neto – condenado a sete anos, nove meses e dez dias de reclusão, além de 185 dias-multa.
 
Pastor Jadiel – condenado a seis anos, oito meses e 160 dias-multa (cerca de R$ 20 mil).
 
Val das Rendeiras – condenado a sete anos e quatro meses, além de 200 dias-multa.

 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.