17 de janeiro de 2014 às 07:42h

Vereadores são ouvidos pelo MPPE para processo de improbidade e decisão sobre volta à Camara pode sair a qualquer momento

d9351dc830c26057eed0d02a631992d0
 
Do NE10
Núcleo SJCC/Caruaru
 
O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) interrogou, na tarde desta quinta-feira (16), oito dos 10 vereadores alvos da Operação Ponto Final. A ouvida, segundo a promotora Bianca Stella, é uma das etapas da investigação que pode levar o MP a mover ação de improbidade administrativa contra os parlamentares. Eles são acusados de concussão, corrupção passiva e organização criminosa.
 
Na tarde desta quinta-feira foram interrogados pelo MPPE, os vereadores Eduardo Cantarelli e Louro do Juá (SDD), Pastor Jadiel (Pros), Jajá (expulso do PPS), Sivaldo Oliveira (PP), Val das Rendeiras (Pros), Cecílio Pedro (PTB) e Val (DEM). A promotoria ainda não informou quando vai ouvir os parlamentares Evandro Silva (PMDB) e Neto (PMN).
 
AFASTAMENTO – A defesa dos vereadores alvos da Operação Ponto Final e que foram afastados do legislativo caruaruense, entrou com um mandado de segurança pedindo o retorno dos suspeitos às atividades na Câmara. A decisão, favorável ou não ao pedido, pode sair a qualquer momento.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.