28 de junho de 2017 às 12:08h

Véspera de São Pedro com atrações em oito polos de Caruaru

Esta semana serão realizadas as ultimas festividades de São João em Caruaru. Agora, para comemore o dia de São Pedro, a cidade conta com oito polos de animação. Hoje (28), o forró teve início às 10h, noPolo Mestre Vitalino, no Alto do Moura, com a apresentação da Banda Forró de +. Ainda hoje se apresentam Tuta Filho,  Giselle Couttinho, Toinho do Baião e Ferro na Boneca. Às 17h, no Polo do Repente, na Estação Ferroviária, se apresentam os repentistas Zé Carlos do Pajeú e Afonso Pequeno e os emboladores Bentivi Pereira e Estrela da Poesia.
 
Ainda na Estação Ferroviária, às 19h, no Polo das Quadrilhas, os grupos Stúdio de Dança Arte e Movimentos, Dança Dançart, Boi Tira Teima, Quadrilha Tradicional Arrasta Pé e Quadrilha Pisa na Brasa se apresentam para quem busca apreciar este tipo de cultura. A Casa do Forró recebe a Roda de Forró com Valdir Santos, a partir das 20h. Para quem busca o forró tradicional, a pedida é o Polo Juarez Santiagocom apresentações de Trio Brilho da Terra, Trio Panorama, Trio Regional e Trio Xexeu. Os shows tem início às 20h.

 
O bairro São João da Escócia recebe a última apresentação do caminhão-palco do São João nas Ruas, polo itinerante que durante o mês de junho percorreu alguns bairros da zona urbana de Caruaru. Os shows tem início às 20h e apresentações de Trio Expressinho do Forró, Josildo Sá e Seu Luiz e os Comparsas.
 

Já no Parque de Eventos Luiz Gonzaga, se apresentam, a partir das 20h, no Polo Forró do Candeeiro, Trio Tabajara, Orquestra do Pesão, Banda Segnos e Bita Dantas. Já no Pátio do Forró tem shows do caruaruense Benil, da banda Arreio de Ouro, dos sertanejos Matheus e Kauan e de Lia de Carvalho.

 
Fogueira Gigante – Ainda nesta quinta-feira (28), acontecerá mais uma edição da Fogueira Gigante em Caruaru. A festa, que ocorre há mais de 30 anos, homenageia São Pedro, um dos santos celebrados durante todo o mês. Este ano, a fogueira terá 15 metros e utilizará apenas madeira de poda de árvores de Caruaru e de cidades da região. Ocorre na Praça do Convento, no bairro Divinópolis. A queima ocorrerá após a missa na Igreja do Convento, que começa às 19h30.

 
Confira a programação completa de hoje:
  
Pátio do Forró (Parque de Eventos Luiz Gonzaga)
20h Benil
21h30 Arreio de Ouro
23h Matheus e Kauan
1h30 Lia de Carvalho

 
Polo Mestre Vitalino (Alto do Moura)
10h Banda Forró de +
12h Tuta Filho
14h Giselle Couttinho
15h15 Toinho do Baião
16h30 Ferro na Boneca

 
Polo Juarez Santiago (Estação Ferroviária)
20h Trio Brilho da Terra
21h Trio Panorama
23h Trio Regional
1h Trio Xexeu

 
Polo do Repente (Estação Ferroviária)
17h Zé Carlos do Pajeú x Afonso Pequeno (repentistas)
18h Bentivi Pereira x Estrela da Poesia (emboladores)

 
Forró do Candeeiro (Parque de Eventos Luiz Gonzaga)
20h Trio Tabajara
21h45 Orquestra do Pesão
23h20 Banda Segnos
1h Bita Dantas

 
Polo das Quadrilhas (Estação Ferroviária)
19h Stúdio de Dança Arte e Movimentos
20h Grupo de Dança Dançart
21h Boi Tira Teima
22h Quadrilha Tradicional Arrasta Pé
23h Quadrilha Pisa na Brasa

 
Casa do Forró (Estação Ferroviária)
20h Roda de Forró com Valdir Santos

 
São João nas Ruas (São João da Escócia)
20h Trio Expressinho do Forró
21h Josildo Sá
22h20 Seu Luiz e os Comparsas
 

28 de junho de 2017 às 11:55h

São João da Serra Negra recebe mais de cem mil pessoas

Durante os sete dias de festa, o São João da Serra Negra, em Bezerros, recebeu mais de 100 mil pessoas. Os dados foram apresentados pela Secretaria de Turismo da cidade, sendo o maior público registrado na Serra em todos os eventos realizados.
 
Com investimento total da festa foi de cerca de R$ 800 mil, durante o período, 74 atrações se apresentaram, sendo 35 no palco principal e o restante no polo do anfiteatro, criado especialmente para grupos de quadrilhas, pífanos, trios de forró e outros do gênero.
 
De acordo com o secretario de Turismo, Vando Dias, o retorno foi positivo. “Em todos os setores, da festa, mais de R$ 1 milhão de reais circulou no período. Todos que comercializaram saíram ganhando”, afirmou. Foram instalados 60 estabelecimentos comerciais entre barracas de lanche, bebidas e restaurantes.
 

28 de junho de 2017 às 11:27h

Aécio Neves pede ao STF permissão para manter contato com a irmã


 
O senador Aécio Neves (PSDB-MG) pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) permissão para manter contato com a irmã, Andrea Neves, que foi libertada na semana passada por decisão da Primeira Turma da Corte.
 
Entre as medidas cautelares estabelecidas em substituição à prisão preventiva em regime fechado, Andrea foi posta em prisão domiciliar e ficou proibida de entrar em contato com qualquer um dos outros investigados no processo, incluindo Aécio.
 
“A proibição de irmãos se comunicarem, especialmente no atual estágio do feito — já foi oferecida denúncia, inexistindo qualquer risco às investigações —, além de não se mostrar mais necessária, termina por violar direito natural do contato familiar, implicando em ofensa à própria dignidade da pessoa humana, princípio matriz da Constituição Federal”, escreveram os advogados de Aécio na petição protocolada na noite de ontem (27).
 
Além de Aécio e Andrea, são investigados no mesmo processo o primo do senador, Frederico Pacheco, e Mendherson Souza, ex-assessor do senador Zezé Perrella (PMDB-MG). Todos foram denunciados por envolvimento em corrupção passiva, em decorrência da delação premiada de executivos da empresa JBS.
 
Andrea foi presa em 18 de maio, na Operação Patmos. Ele foi acusada pelo Ministério Público Federal (MPF) de ter solicitado a Joesley Batista, um dos controladores da JBS, a quantia de R$ 2 milhões em propina. A defesa nega as acusações. 
 
Mais R$ 40 milhões teriam sido solicitados por Andrea. A defesa dela alega que a quantia se refere à venda de um apartamento da família no Rio de Janeiro, nada tendo a ver com repasses ilícitos.
 
Da Agência Brasil
 

28 de junho de 2017 às 11:22h


Campanha “Água para quem tem sede” em Caruaru

O Conselho Regional de Pernambuco (CRPE) e CRNE III – Alagoas realizam a campanha de responsabilidade socioambiental ‘Água para quem tem sede’. A proposta é promover a arrecadação de água potável para comunidades que sofrem com a escassez, afetadas pelas estiagens, além da conscientização dos profissionais do setor de transporte e comunidade em geral pelo uso racional da água.
  
A captação da água potável será realizada por meio de doações e parcerias firmadas com as empresas do setor de transporte, trabalhadores do setor de transporte, funcionários e usuários dos serviços das unidades operacionais do Sest Senat, federações, sindicatos, associações e cooperativas do setor de transporte e comunidade em geral, com a aquisição dos garrafões de 20L e de água potável.
 
As doações podem ser feitas na Unidade Sest Senat Caruaru. A distribuição dos garrafões às comunidades apontadas pelo Governo do Estado de Alagoas, atingidas pela estiagem, será feita pela unidade.
  
“Queremos engajar toda sociedade, trabalhador de transporte, empresários de transporte para que façamos uma grande campanha, para que a água potável, líquido precioso, possa que pessoas que sofrem com escassez de recursos hídricos e pelas longas estiagens do Nordeste, possam adquiri- lá”, destaca Nilson Gibson, presidente do Conselho Regional Sest Senat Alagoas e Pernambuco.
  
A campanha ‘Água para quem tem sede’ segue até novembro de 2017, com doações de água potável para às comunidades afetadas pela seca, palestras e blitz educativas voltadas para o setor de transporte.
 

28 de junho de 2017 às 11:18h

Defensoria Pública da União realizará atendimento gratuito em Garanhuns

Em Garanhuns, no Agreste do Estado, entre os dias 5 a 9 de julho, cidadãos que tiverem questões judiciais a resolver junto ao Governo Federal poderão ser atendidos gratuitamente por defensores públicos em ação realizada na sede da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos. Os horários de atendimento serão das 13h às 16h na quarta-feira, das 8h às 16h quinta e sexta-feira e das 8h às 12h no sábado.
 
Entre as causas que poderão ser demandadas estão problemas com Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida, financiamentos estudantis, benefícios rurais, aposentadorias, benefícios de saúde, LOAS (Lei Orgânica da Assistência Social) e atendimento especial a grupos sociais vulneráveis a exemplo de mulheres, comunidade LGBT, quilombolas, pessoas em situação de rua, indígenas, transgêneros e travestis.
 

28 de junho de 2017 às 10:20h

CCJ do Senado deve concluir hoje votação da reforma trabalhista

Em meio a muita polêmica, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado deve concluir nesta quarta-feira (28) os debates em torno da reforma trabalhista (PLC 38/2017). Por determinação do presidente do colegiado, senador Edison Lobão (PMDB-MA), o acesso à sala da CCJ será restrito à entrada de parlamentares, assessores indicados pelos senadores, servidores que trabalham nos gabinetes do local e imprensa credenciada.
 
Desta vez, cada senador terá direito a ser acompanhado por apenas um assessor, que terá de retirar, na Secretaria de Polícia Legislativa, o holograma a ser fixado no crachá para acesso ao plenário onde ocorrerá a reunião. Os demais convidados e interessados em acompanhar os debates só serão autorizados a entrar no plenário da CCJ se houver espaço.
 
Acordo – Pelo acordo firmado na semana passada entre o relator da matéria no colegiado, senador Romero Jucá (PMDB-RR), e senadores de oposição ficou acertado que a primeira parte da reunião, das 10h às 16h, será dedicada à leitura dos votos em separado que forem apresentados. Até ontem (27), três haviam sido protocolados, um do senador Eduardo Braga (PMDB-AM), que é da base do governo, um do senador Paulo Paim (PT-RS) e outro da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), ambos de partidos de oposição. Até o fim da discussão, outros votos em separado podem ser apresentados.
 
Depois dessa etapa, cada senador terá 10 minutos para debater a reforma e, em seguida, mais cinco minutos para que os partidos encaminhem a votação. A expectativa é de que o relatório do senador Romero Jucá, que já foi lido na semana passada, seja votado à noite ou na madrugada de quarta para quinta-feira.
 
Votação final – Mesmo que o relatório oficial seja derrotado na CCJ, a discussão segue para o plenário da Casa. A proposta só seria arquivada na CCJ se houvesse unanimidade na rejeição do relatório pela inconstitucionalidade. Como o voto do relator favorável à matéria já é conhecido, não há chance de arquivamento da proposta. Depois de votado na CCJ, o texto estará pronto para deliberação no plenário do Senado, em data a ser definida pelo presidente da Casa, Eunício Oliveira. Lá, todos os pareceres das comissões servirão apenas para balizar as discussões. O debate, desta vez com todos os senadores, recomeça. Para ser aprovado, o projeto precisará de maioria simples, ou seja, metade dos senadores presentes mais um voto.
 
Vetos – Como qualquer mudança no mérito, feita por senadores na proposta, faria com que o texto voltasse à Câmara dos Deputados, para acelerar a tramitação nas duas comissões em que relatou a matéria – de Assuntos Econômicos e de Assuntos Sociais -, o senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) rejeitou todas as emendas apresentadas. Em seus relatórios, ele manteve o mesmo texto aprovado na Câmara e ressaltou o acordo firmado com o presidente Michel Temer para que vete seis pontos polêmicos da reforma inseridos pelos deputados, para que sejam reapresentados por medida provisória ou projeto de lei.
 
Entre os vetos sugeridos está o tratamento da gestante e do lactante em ambiente insalubre. O texto prevê que a trabalhadora gestante deverá ser afastada automaticamente, durante toda a gestação, apenas das atividades consideradas insalubres em grau máximo. Para atividades insalubres de graus médio ou mínimo, a trabalhadora só será afastada a pedido médico.
 
Outro tema diz respeito ao serviço extraordinário da mulher. O projeto enviado ao Senado pelos deputados federais revoga o Artigo 384 da CLT, que determina que a trabalhadora deve ter 15 minutos de descanso obrigatório antes de iniciar o horário de serviço extraordinário, a chamada hora extra.
Ferraço também sugere vetar a alteração que permite que o acordo individual estabeleça a chamada jornada 12 por 36, na qual o empregado trabalha 12 horas seguidas e descansa as 36 seguintes. Ferraço acredita que o texto aprovado pelos deputados sobre esse assunto “não protege suficientemente o trabalhador, que pode ser compelido a executar jornadas extenuantes que comprometam sua saúde e até sua segurança”.
 
Em relação ao trabalho intermitente, o relator recomenda veto aos dispositivos que regulamentam a prática na qual a prestação de serviços não é contínua, embora com subordinação. Nesse tipo de trabalho, são alternados períodos de prestação de serviços e de inatividade, determinados em horas, dias ou meses, independentemente do tipo de atividade do empregado e do empregador. Segundo Ricardo Ferraço, o melhor seria regulamentar por medida provisória, estabelecendo os setores em que a modalidade pode ocorrer.
 
Da Agência Brasil
 

27 de junho de 2017 às 11:15h

São Pedro ainda será de festa em Caruaru

Esta semana, a programação do São João de Caruaru começa mais cedo. Nesta quarta-feira (28), às 10h, recomeçam as festividades no Polo Mestre Vitalino, no Alto do Moura, com a apresentação da Banda Forró de +, seguida de Tuta Filho,  Giselle Couttinho, Toinho do Baião e Ferro na Boneca.
 
Às 17h, no Polo do Repente, na Estação Ferroviária, apresentam-se os repentistas Zé Carlos do Pajeú e Afonso Pequeno e os emboladores Bentivi Pereira e Estrela da Poesia. Ainda na Estação Ferroviária, às 19h, no Polo das Quadrilhas, os grupos Stúdio de Dança Arte e Movimentos, Dança Dançart, Boi Tira Teima, Quadrilha Tradicional Arrasta Pé e Quadrilha Pisa na Brasa se apresentam para quem busca apreciar esse tipo de cultura. A Casa do Forró recebe a Roda de Forró com Valdir Santos, a partir das 20h. Para quem busca o forró tradicional, a pedida é o Polo Juarez Santiago com apresentações de Trio Brilho da Terra, Trio Panorama, Trio Regional e Trio Xexeu. Os shows têm início às 20h.
  
O bairro São João da Escócia recebe a última apresentação do caminhão-palco do São João nas Ruas, polo itinerante que durante o mês de junho percorreu alguns bairros da zona urbana de Caruaru. Os shows têm início às 20h e apresentações de Trio Expressinho do Forró, Josildo Sá e Seu Luiz e os Comparsas.
 
Já no Parque de Eventos Luiz Gonzaga, apresentam-se, a partir das 20h, no Polo Forró do Candeeiro, Trio Tabajara, Orquestra do Pesão, Banda Segnos e Bita Dantas. No Pátio do Forró, tem shows do caruaruense Benil, da banda Arreio de Ouro, dos sertanejos Matheus e Kauan e de Lia de Carvalho.
 
Já no feriado de São Pedro (29), o Alto do Moura recebe, a partir das 10h, no Polo Mestre Vitalino, apresentações de Ed Lira, Leidinha Falcão, Ivan Show, Barthô e Joquinha Gonzaga. No Polo do Repente, localizado na Estação Ferroviária, apresentam-se os repentistas Rogério Meneses e Raulino Silva, Antônio Marcos e Josenildo França, além do declamador Iponax Vila Nova. Os shows têm início às 17h.  Ainda na Estação Ferroviária, os polos Juarez Santiago e Quadrilhas recebem apresentações a partir das 20h.
 
O São João na Roça aporta na comunidade de Gonçalves Ferreira, que recebe a estrutura itinerante com shows de Antônio Lisboa e Edmilson Ferreira, Berinho Lima e Assisão. Os interessados em acompanhar a festa na zona rural podem utilizar o Expresso do Forró, que segue do Caruaru Shopping aos distritos rurais onde a festa é realizada. O transporte, que é climatizado e todo decorado, conta com motorista e cobrador devidamente caracterizados e tem muito forró e comidas típicas. O valor da passagem será de R$ 12,00 (doze reais).
 
No Forró do Candeeiro, a partir das 20h, apresentam-se Trio Forrozando de Ouro, Edilene Lira, Fábio Duarte e Jota Lima do Forró. A última noite do Pátio do Forró recebe os shows de Mano Walter, Amigos Sertanejos, Alceu Valença e Jonas Esticado.
 

27 de junho de 2017 às 10:38h

MPF ajuíza ação de improbidade contra empresário Janguiê Diniz

Uma ação de improbidade foi ajuizada, pelo Ministério Público Federal (MPF) em Pernambuco, contra o empresário José Janguiê Bezerra Diniz, pela prática de atividade comercial no período em que acumulava o cargo público de procurador regional do Trabalho, do qual pediu exoneração somente em 2013.
 
De acordo com a ação, José Janguiê acumulou as funções por aproximadamente 11 anos, prejudicando a frequência ao local de trabalho e gerando evidente conflito de interesses. O empresário é sócio majoritário do Grupo Ser Educacional, nome fantasia do Ensino Superior Bureau Jurídico S/A, mantenedora do Centro Universitário Maurício de Nassau.
 
O MPF reforça que o empresário, apesar de figurar como consultor do grupo educacional, administrava de fato o complexo, representando a instituição perante terceiros (imprensa, políticos e sociedade em geral) e órgãos governamentais como o Ministério da Educação, participando de todas as deliberações envolvendo a empresa. Exerceu, inclusive, a presidência do Sindicato das Instituições Particulares de Ensino Superior do Estado de Pernambuco (Siespe) e da Associação Brasileira das Mantenedoras das Faculdades Isoladas e Integradas (Abrafi).
 
O órgão requer que a Justiça Federal determine a suspensão dos direitos políticos de José Janguiê Bezerra Diniz de três a cinco anos, bem como o pagamento de multa no valor de 100 vezes o valor de sua remuneração à época dos fatos e a proibição de contratar com o poder público pelo prazo de três anos.
 
Em nota, o empresário afirmou que nunca faltou às reuniões ou acumulou trabalho como procurador regional.
 

27 de junho de 2017 às 10:26h

Procuradores escolhem hoje nomes que vão compor lista tríplice para a PGR

Os integrantes da Associação Nacional de Procuradores da República (ANPR) escolhem hoje (27) o sucessor de Rodrigo Janot no comando da Procuradoria-Geral da República (PGR). A eleição tem início às 9h e vai até as 18h.
 
Oito subprocuradores-gerais da República se candidataram à vaga. Os três mais votados pelos membros da ANPR formarão uma lista tríplice, que será então encaminhada à Presidência da República. Mais de 1.200 procuradores, entre ativos e aposentados, estão aptos a votar.
 
De acordo com a Constituição, o presidente da República pode escolher qualquer um dos mais de 1.400 procuradores da República em atividade para o comando da PGR. Desde 2003, no entanto, o nomeado é o mais votado pelos membros da ANPR. A listra tríplice foi criada em 2001 e é defendida pelos procuradores como um dos principais instrumentos de autonomia da carreira.
 
O segundo mandato de Rodrigo Janot, responsável por ter enviado ao Supremo Tribunal Federal centenas de processos contra políticos envolvidos na Operação Lava Jato, encerra-se em setembro. 
 
Os candidatos ao cargo de PGR são os subprocuradores Carlos Frederico Santos, Eitel Santiago de Brito Pereira, Ela Wiecko Volkmer de Castilho, Franklin Rodrigues da Costa, Mario Luiz Bonsaglia, Nicolao Dino de Castro e Costa Neto, Raquel Elias Ferreira Dodge e Sandra Verônica Cureau.
 
Da Agência Brasil
 

27 de junho de 2017 às 10:25h

Racionamento de água diminui em Caruaru

A partir destas terça-feira (27), o abastecimento de Caruaru será ampliado com um novo rodízio de cinco dias com água para 15 dias sem, reduzindo em 5 dias o intervalo. O novo rodízio é possível devido ao aumento das chuvas na região do município de Bonito, onde está localizada a Barragem do Prata, que abastece Caruaru. O reservatório alcançou o índice de 79,4 % da sua capacidade total de armazenamento, que é de 42 milhões de metros cúbicos de água. O  volume acumulado já garante segurança hídrica para prorrogar o uso da água do Prata até o próximo verão.
 
Além do Sistema do Prata, a Compesa estava usando o Sistema Pirangi, um investimento de R$ 60 milhões, construído em  oito meses, para o socorrer a população de Caruaru e mais cinco cidades do Agreste. Com as chuvas torrenciais no final de maio, a enchente do Rio Pirangí  provocou inundação da Estação de Bombeamento, queimando os painéis elétricos e impedindo o seu funcionamento. Os equipamentos ainda estão em manutenção e a previsão é de 45 dias para o retorno da operação do Sistema Pirangi. Quando isso ocorrer, serão dois sistemas funcionando.
 
De acordo com a Compesa, a expectativa é reduzir ainda mais o calendário de distribuição e assim ofertar mais água para Caruaru e demais municípios da região. Isso ocorrerá assim que a obra para ampliação das estações de bombeamento do Sistema do Prata/ Pirangi for concluída, em setembro deste ano.
 
O governado do Estado autorizou o investimento de R$ 2,6 milhões para instalação de novos conjuntos de motobombas mais potentes, cujas obras estão em andamento, e vai possibilitar o aumento da capacidade transporte de água do sistema de  740 litros por segundo para 950 l/s.
 

27 de junho de 2017 às 10:17h

Deputada Laura Gomes lança site oficial do mandato


 
A deputada estadual, Laura Gomes, do PSB, lançou um site oficial do mandato. A meta é estar mais perto dos eleitores, que poderão acompanhar as ações e discursos na Assembleia Legislativa, fotos, divulgação das suas redes sociais e também uma área para contato onde o visitante pode, através dos comentários, fazer críticas e sugestões para a melhoria do trabalho.
 
De acordo com Laura, o site vai facilitar muito a divulgação das suas ações e também o contato com as pessoas. “A população está cada dia mais antenada. Vai facilitar a quem deseja acompanhar minha rotina parlamentar e conhecer a minha trajetória. Espero que as pessoas acessem, participem e opinem”, afirmou.
 

27 de junho de 2017 às 10:09h

Defesa de Temer afirma que o presidente não cometeu crime de corrupção

O advogado do presidente Michel Temer, Antônio Cláudio Mariz, afirmou que o presidente não cometeu crime de corrupção. Ele disse que ainda está lendo a denúncia apresentada pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ao Supremo Tribunal Federal (STF), e que ainda não pode se manifestar sobre a peça de forma detalhada. O advogado adiantou, entretanto, que o presidente é inocente das acusações de prática de corrupção.
 
“Comecei a ler a denúncia agora. Mas posso adiantar que o presidente não cometeu o crime de corrupção que lhe foi imputado. Sobre os aspectos fáticos da denúncia, eu só poderei me pronunciar depois”, disse Mariz.
 
A denúncia foi entregue ao STF hoje (26) e acusa Temer de prática de corrupção passiva. A acusação está baseada nas investigações iniciadas a partir do acordo de delação premiada da JBS. A denúncia foi enviada ao gabinete do ministro Edson Fachin, relator da investigação envolvendo o presidente. O ministro poderá conceder prazo de 15 dias para manifestação da defesa, antes de enviá-la para a Câmara. A formalidade de envio deverá ser cumprida pela presidente do STF, Carmen Lúcia.
 
Para o procurador, Temer usou o ex-deputado federal Rodrigo Rocha Loures para receber vantagens indevidas. “Entre os meses de março a abril de 2017, com vontade livre e consciente, o presidente da República, Michel Miguel Temer Lulia, valendo-se de sua condição de chefe do Poder Executivo e liderança política nacional, recebeu para si, em unidade de desígnios e por intermédio de Rodrigo Santos da Rocha Loures, vantagem indevida de R$ 500.000 ofertada por Joesley Batista, presidente da sociedade empresária J&F Investimentos S.A., cujo pagamento foi realizado pelo executivo da J&F Ricardo Saud”, diz a denúncia apresentada por Janot.
 
Da Agência Brasil