ÚLTIMAS POSTAGENS

Falta responsabilidade e coragem a Dilma, diz Aécio após apagão

Categoria: Notícias | Postado em 20 de janeiro de 2015 às 8:53 am - Autor: Igor Maciel

Onde está a presidente?
 
O Brasil está assustado com o tamanho da herança maldita que o primeiro governo Dilma deixou para o país. Apagão, racionamento de energia, aumento de impostos, cortes de direitos trabalhistas já preocupam e demonstram como milhões de brasileiros foram enganados durante a campanha eleitoral.
 
Os erros do governo do PT não podem mais ser ‘escondidos embaixo do tapete’. E a conta de todos esses erros será, injustamente, paga pela população.
 
Em meio a tudo isso, o país se pergunta: onde está a presidente?
 
Duas características são essenciais a um governante: responsabilidade e coragem.
 
Durante a campanha eleitoral faltou responsabilidade à presidente. Focada apenas em vencer as eleições, a candidata adiou medidas necessárias que agora, diante de um quadro agravado, vão custar ainda mais caro à população.
 
Hoje, falta à presidente coragem para olhar nos olhos dos brasileiros e reconhecer que está fazendo tudo o que se comprometeu a não fazer.
 
Ao se omitir no momento do anúncio de medidas que afetarão gravemente a vida do nosso povo, a presidente parece querer terceirizar responsabilidades que são essencialmente dela.
 
A pergunta que milhões de brasileiros se fazem hoje é : Onde está a presidente?
 
Senador Aécio Neves
Presidente nacional do PSDB
 

Sessão da Câmara que aprovou PCC dos professores em Caruaru não será anulada. Sismuc emite nota

Categoria: Notícias | Postado em 20 de janeiro de 2015 às 8:50 am - Autor: Igor Maciel

O Tribunal de Justiça de Pernambuco não aceitou o pedido do Sindicato dos Servidores Municipais de Caruaru para que a sessão que aprovou o PCC dos professores fosse anulada. O Sindicato alegava que a sessão da Câmara era irregular, pela forma como foi realizada. Alguns vereadores que aprovaram o PCC declararam, depois, que não leram o documento. Mesmo assim, os desembargadores mantiveram a regularidade da sessão. O Sismuc enviou nota à imprensa. Confira:
 
Mais uma vez depois de várias viagens perdidas, os diretores do SISMUC REGIONAL se deslocaram até a capital pernambucana (Recife), nesta segunda-feira, 19, com a companhia de alguns professores da Rede Pública Municipal de Ensino, para acompanhar o julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade em Face da Câmara de Vereadores de Caruaru. Foram quase dois anos de espera. Mesmo assim, os professores de Caruaru foram até a sede do Tribunal de Justiça de Pernambuco e assistiram a sessão que decidiu sobre o pedido do SISMUC REGIONAL, em anular a votação que aprovou o PCC da categoria.
 
O SISMUC REGIONAL pediu a anulação da votação, alegando que a mesma foi irregular. A decisão do TPE foi a favor da Câmara. De acordo com o relator, Eduardo Sertório, a sessão que aprovou o PCC foi legal e não feriu a Lei, como afirmou a defesa do Sismuc, que entrou com a ação pedindo a irregularidade.
 
O Presidente do SISMUC REGIONAL, Eduardo Mendonça, esteve presente no TJPE e lamentou a decisão. “Infelizmente o TJPE não fez justiça aos trabalhadores em educação de Caruaru. Não observou as argumentações do nosso Corpo Jurídico, não observou as declarações dos vereadores que afirmaram não ter acontecido uma convocação dentro do prazo regimental, não observou e desconhece a realidade dos professores e da educação de Caruaru que foram penalizados com esse famigerado PCC, mas, não vamos aceitar essa decisão e vamos ao STJ”, relatou Mendonça.
 
Eduardo Mendonça lembrou ainda que além das outras ações que estão tramitando existe ainda a ação que questiona a tempestividade da integralização do que restou da gratificação de regência. “A Luta continua companheiros, vamos continuar na busca pelos nossos direitos que são legítimos”, apontou Mendonça.
 

Dilma conseguiu, chegamos no racionamento

Categoria: Notícias | Postado em 20 de janeiro de 2015 às 8:37 am - Autor: Igor Maciel

Por Fernando Castilho
Na coluna JC Negócios do Jornal do Commercio desta terça-feira (20).
 
Não adianta buscar outra palavra. O Brasil entrou em racionamento de energia ontem à tarde. O governo pode dizer o que quiser, mas o ONS mandou cortar carga e o nome disso é racionamento. Dilma demorou, mas conseguiu.
 
O problema é que isso é só o começo. Não há, rigorosamente, nenhuma perspectiva de que o sistema atual (com a oferta de água nos reservatórios e as condições das térmicas) aguente o tranco de 2015. Porque simplesmente o consumo não para de subir e não há nenhuma campanha de uso racional, estímulo a produtos mais econômicos ou uma simples redução voluntária. Sem isso, e com o calor que o País está sentindo, economizar energia virou palavrão.
 
Mas como tudo que é ruim pode piorar, é bom saber que as campanhas que vierem a ser lançadas (e elas fatalmente virão) não vão impactar como no passado. É que o Brasil já trocou a maioria de suas lâmpadas incandescentes, comprou aparelhos com selo Procel e vai por aí. Agora é cortar. Desligar mesmo e pronto. Chegamos ao racionamento 2.0.
 

Para MPPE, assassinato do promotor Thiago Faria foi elucidado

Categoria: Notícias | Postado em 19 de janeiro de 2015 às 7:51 am - Autor: Igor Maciel

Do Blog de Jamildo
 
Para o MPPE, o assassinato do promotor de Justiça Thiago Faria Soares está elucidado. A denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal (MPF) foi acatada pela 36ª Vara da Justiça Federal em Pernambuco.
 
Na denúncia, José Maria Pedro Rosendo Barbosa, José Maria Domingos Cavalcante, Antonio Cavalcante Filho, Adeildo Ferreira dos Santos e José Marisvaldo Vitor da Silva são apresentados como réus pelos crimes de homicídio doloso contra Thiago Faria e tentativa de homicídio contra a noiva do promotor, a advogada Mysheva Martins, e o tio dela, Adauto Martins. Sexto réu no processo, Genessy Carneiro responderá pelo crime de favorecimento pessoal.
 
“A conclusão do inquérito conduzido pela Polícia Federal e Ministério Público Federal atesta a capacidade investigatória do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e da Polícia Civil, cuja linha de investigação foi seguida pela Polícia Federal e MPF”, argumentou o procurador-geral de Justiça Carlos Guerra de Holanda.
 
Procurador-geral de Justiça à época do assassinato do promotor, o atual secretário-geral do MPPE, Aguinaldo Fenelon de Barros, comentou a decisão. “Desde o início das investigações feitas pelo Ministério Público de Pernambuco, em conjunto com a Polícia Civil, acreditei que esses mesmos denunciados são os verdadeiros culpados do crime. Nós estávamos no caminho certo”.
 
Fenelon lamentou que o MPPE não possa participar do julgamento dos acusados em virtude do deslocamento de competência para o MPF e a Polícia Federal.
 
“Apesar disso, tanto a Polícia Civil quanto o MPPE, a Polícia Federal e o MPF investigam baseados em critérios técnicos buscando a verdade dos fatos”.
 
Thiago Faria foi assassinado na manhã de 14 de outubro de 2013 durante emboscada na PE-300, entre os municípios de Águas Belas e Itaíba, com tiros de espingarda calibre 12. Na ocasião, o promotor dirigia seu carro, em direção à Promotoria de Justiça de Itaíba, onde trabalhava, tendo a noiva Mysheva Martins no banco do carona e Adauto Martins no assento traseiro do veículo. As investigações concluíram que José Maria Pedro Rosendo foi o mandante do crime, que teve como motivação uma disputa de terras com Mysheva.
 

Vinte e dois municípios da região do Pajeú e Agreste começam a sofrer com falta d’água

Categoria: Notícias | Postado em 19 de janeiro de 2015 às 7:47 am - Autor: Igor Maciel

Do Jornal do Commercio, deste sábado (17)
 
Em meio ao quadro de colapso no abastecimento em que se encontra o Sertão de Pernambuco, 22 municípios da região do Pajeú e Agreste começam a sofrer, também, com o não recebimento de água por carros-pipa.
 
Segundo o presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) e prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota, a distribuição – garantida por meio de convênio da Coordenadoria de Defesa Civil de Pernambuco (Codecipe) com o Ministério da Integração Nacional – ainda não chegou este ano. Para piorar a situação, a previsão é de que vai chover abaixo da média histórica de 380 milímetros na região, nos próximos três meses.
 
“O quadro é muito grave. Estamos entrando no quarto ano consecutivo de seca e quase não há estoque de água. Com a suspensão dos carros-pipa que abastecem a zona rural, a população está enlouquecida, vou procurar o Ministério da Integração”, afirma o prefeito.
 
A assessoria da Codecipe nega que o abastecimento tenha sido suspenso, admitindo que vem pleiteando mais recursos junto ao governo federal para garantir a continuidade do serviço.
 
Em nota encaminhada pelo órgão à Rádio Pajeú, no dia 9 passado (diante de denúncias de desabastecimento), a Codecipe diz que o serviço de distribuição de água em 22 municípios em situação de emergência foi mantido entre setembro de 2013 e o ano de 2014, por meio de 116 carros-pipa, com recursos de R$ 10 milhões da União, “exauridos em sua totalidade”. Conforme a nota, existem 5.101 cisternas cadastradas, beneficiando 83.437 pessoas.
 
A nota cita ainda “que o mês de janeiro marca o início da quadra chuvosa na região”. Mas as perspectivas não são boas. A previsão divulgada ontem pela Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) é de que as chuvas ocorrerão, mas não de forma contínua, nem em quantidade.
 
“Não deverá chover o suficiente para reverter a situação de colapso da região”, declara o gerente de meteorologia e mudanças climáticas da Apac, Patrice Oliveira, após avaliação feita com centros de estudo do Nordeste, por videoconferência, ontem à tarde.
 

Prefeitura realizará fórum para apresentar proposta metodológica do Plano de Habitação

Categoria: Notícias | Postado em 19 de janeiro de 2015 às 7:42 am - Autor: Igor Maciel

Será dado mais um passo para a construção do Plano Local de Habitação e Interesse Social – PLHIS, que foi lançado no início de dezembro e segue em discussão. Na próxima terça-feira, 20, será realizado um Fórum de Discussão e Pactuação da Proposta Metodológica do PLHIS, a partir das 14h, no auditório da ACIC.

 
O encontro será o resultado do levantamento de informações e das reuniões que a secretaria de Planejamento e Gestão vem realizando, com apoio da empresa Alternativa, que foi contratada para apoiar o município no desenvolvimento deste projeto. O objetivo será definir o formato de aplicação das oficinas, que iniciam no dia 31 de janeiro e se estendem até fevereiro, nas cinco regiões de Caruaru (a divisão é a mesma já utilizada para a realização do Orçamento Participativo).
 

O evento será aberto para quem quiser participar. Á equipe técnica do município que está à frente do PLHIS, os membros do Conselho Municipal de Habitação e as lideranças de movimentos sociais ligados à habitação, que já vêm participando de reuniões e capacitações sobre o Plano também participarão do Fórum.
 

O PLHIS tem o intuito de planejar as ações do setor habitacional, de forma a garantir o acesso à moradia digna. Suas diretrizes são definidas pelo Ministério das Cidades, que divulgou recentemente a liberação de recursos voltados à habitação apenas para os municípios que contemplem em seus planos de habitação a participação da sociedade civil. Assim, a Prefeitura de Caruaru vem buscando envolver a sociedade e entidades representativas para cooperarem em todas as fases de elaboração do Plano.
 

Policiais Civis podem entrar em grave durante carnaval

Categoria: Notícias | Postado em 19 de janeiro de 2015 às 7:39 am - Autor: Igor Maciel

Do Blog do Vanguarda
 
O Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (Sinpol) está mobilizado para tentar reverter os valores das diárias que foram oferecidas pelo governo do estado para o pagamento dos policiais civis que irão trabalhar no período de carnaval. Caso a situação não seja revista, os policiais ameaçam uma paralisação durante o carnaval. A greve deverá ser decidida em uma assembleia que será realizada no próximo dia 28, na sede do Sinpol, no bairro de Santo Amaro.
 

Inscrições para o Sisu começam nesta segunda

Categoria: Notícias | Postado em 19 de janeiro de 2015 às 7:35 am - Autor: Igor Maciel

Começaram nesta segunda-feira (19) as inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Podem participar aqueles que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014 e não tiraram nota zero na redação. As inscrições são feitas online na página do Sisu até o dia 22. Ao todo são oferecidas 205.514 vagas no ensino superior público em 5.631 cursos de 128 instituições. Entre as instituições de Pernambuco, integram o sistema a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) e Universidade do Vale do São Francisco (Univasf), que totalizam 11.763 vagas no Estado.
 
Neste ano, o número de vagas aumentou 20% em todo o País em relação ao processo seletivo do primeiro semestre de 2014. Houve acréscimo no curso de medicina, que passou de 2.925 vagas, na primeira edição de 2014, para 3.758 no mesmo período de 2015. Os cursos de engenharia também tiveram ampliação na oferta de vagas de um ano para o outro, passando de 25.128 em 2014 para 30.749 em 2015.
 

Defesa da oposição já entrou com recurso no TJPE

Categoria: Notícias | Postado em 16 de janeiro de 2015 às 12:06 pm - Autor: Igor Maciel

 
A bancada de defesa dos vereadores indiciados pela Operação Ponto Final entrou com recurso, junto ao Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), para que os dez parlamentares afastados esta semana reassumam as funções na Câmara Municipal de Caruaru.
 
De acordo com o advogado Saulo Amazonas, o afastamento não é necessário, já que há um ano a defesa conseguiu reverter o afastamento. “A argumentação do afastamento no início do processo, um ano atrás, era que os vereadores poderiam influenciar. Esperamos que o Tribunal entenda a necessidade dos vereadores permanecerem nas funções legislativas”, disse o advogado.
 
Cinco, dos dez vereadores já estavam afastados do Legislativo municipal por serem investigados pela Operação Ponto Final 2. Com esta decisão a Casa de Leis passará a pagar os salários de 33 vereadores, já que a decisão não diz respeito ao corte de salários.
 

Acidente que matou Eduardo Campos foi falha humana, conclui Aeronáutica

Categoria: Notícias | Postado em 16 de janeiro de 2015 às 11:17 am - Autor: Igor Maciel

 
Do Estadão
 
As investigações da Aeronáutica, que começam a ser divulgadas no início de fevereiro, concluíram que o acidente que matou o presidenciável do PSB e ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, no meio da campanha eleitoral do ano passado, foi causado por uma sequência de falhas do piloto Marcos Martins – desde a falta de treinamento para aquela aeronave até o uso de “atalho” para acelerar o procedimento de descida.
 
Como resultado decisivo, Martins foi obrigado a abortar o pouso e arremeter bruscamente, operando os aparelhos em desacordo com as recomendações do fabricante do avião e acabando por sofrer o que é tecnicamente descrito como “desorientação espacial”. É quando o piloto perde a referência do avião em relação ao solo, não sabe se está voando para cima, para baixo, em posição normal, de lado ou de ponta cabeça.
 
Essa conclusão sobre a “desorientação espacial” baseou-se em informações sobre os últimos segundos do voo, no momento em que o avião embicou num ângulo de 70 graus e em potência máxima, como se o piloto acelerasse pensando que estava em movimento de subida, quando na verdade estava voando para baixo, rumo ao solo.
 
O acidente ocorreu na manhã de 13 de agosto de 2014, quando o Cessna 560 XL saiu do aeroporto Santos Dumont, no Rio, rumo à Base Aérea de Santos, no Guarujá, em São Paulo. Por volta de 10h, a aeronave caiu em Santos, no bairro Boqueirão. Além de Eduardo Campos, que estava em terceiro lugar na corrida presidencial, morreram quatro assessores dele, o piloto e o copiloto Geraldo Magela Barbosa.
 

Justiça Federal recebe denúncia contra acusados da morte de promotor em Itaíba

Categoria: Notícias | Postado em 16 de janeiro de 2015 às 10:49 am - Autor: Igor Maciel

 
A 36ª Vara Federal em Pernambuco recebeu a denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal (MPF) relacionada ao assassinato do promotor de justiça Thiago Faria Soares, em Itaíba, Agreste do Estado.
 
A Ação Penal julgará os cinco acusados – José Maria Pedro Rosendo Barbosa, José Maria Domingos Cavalcante, Antonio Cavalcante Filho, Adeildo Ferreira dos Santos e José Marisvaldo Vitor da Silva – pelo crime de homicídio doloso e pela tentativa de homicídio contra Misheva Freire Ferrão Martins e Adauto Martins. Um sexto envolvido, Genessy Carneiro de Andrade, será julgado pelo crime de favorecimento pessoal.
 
A partir da existência da ação penal, os acusados serão citados. Haverá ainda uma audiência de instrução, sem data marcada, e logo após será iniciada a fase de pronúncia. Caso haja indícios suficientes, os acusados serão levados para julgamento, no Tribunal do Júri.
 
FEDERALIZAÇÃO – A pedido do Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, o caso foi federalizado em 13 de agosto de 2014. Por determinação do Superior Tribunal de Justiça (STJ), a investigação da morte do promotor Thiago Faria Soares passou a ser de responsabilidade da Polícia Federal, sendo o inquérito distribuído à 36ª Vara Federal de Pernambuco. O promotor Thiago Faria Soares foi assassinado enquanto se deslocava em seu veículo, em companhia da noiva Misheva Martins e do tio dela, Adauto Martins, no município de Itaíba, em 14 de outubro de 2013.
 

Sefaz Municipal tem novo secretário executivo

Categoria: Notícias | Postado em 16 de janeiro de 2015 às 10:23 am - Autor: Igor Maciel

 
A Secretaria da Fazenda Municipal tem um novo secretário executivo. Emerson Araújo – que já atuava como diretor fiscal da pasta – foi anunciado pelo prefeito José Queiroz como novo Executivo durante reunião com a equipe técnica da Sefaz.
 
“É com orgulho que assumo tal responsabilidade. Já estou acostumado a lidar com os desafios da Sefaz. Temos uma excelente equipe técnica, que é um dos nossos maiores trunfos, isso me deixa seguro para esta nova responsabilidade”, disse Araújo.
 
Nesta reunião já foi definido o calendário fiscal que será praticado em 2015.
 

Página 1 de 19612345...102030...Última »